Primeira noite em casa.. e o leite não desceu.. e agora?

Primeira noite em casa.. e o leite não desceu.. e agora?


Não, não é um post sobre cerveja.. (mas você pensou que era!) e como muitos dizem, malzbier (cerveja preta) também não ajuda a produzir mais leite! Resolvi escrever este post, pois vejo muitos futuros papais comentando no Instagram e também aqui no blog, então a intenção é orientar os papais caso isso aconteça.
Vou citar os fatos a seguir com conhecimento de causa, pois isso aconteceu conosco. A mamãe teve parto cesárea, e ficamos quase 3 dias no hospital. Nesse tempo, o leite não desceu por causa do cansaço, stress, ansiedade e novidade sobre tudo o que tava acontecendo. Você vai ficar meio “desnorteado” quando estiver na maternidade, e por mais que queira ajudar, por mais que saiba que existe muita coisa a ser feita… você vai se sentir perdido e um pouco inútil. Afinal, você não pode amamentar…
    Então, o que eu posso fazer?
Infelizmente a gente só aprende algumas coisas depois de algum tempo, mas podemos sim ajudar. Se ao chegar na sua casa, o leite ainda não tiver descido, acredite.. ajude a mamãe a ficar tranquila com o bebê no quarto, confortavelmente deitada na cama e bem calma. O leite não vai descer para o peito se ela ainda estiver nervosa e estressada.
Coloque uma música bem baixinho pra ela escutar (ou deixe tudo em silêncio se ela preferir!), de preferência algo bem calmo, que seja agradável e de preferência dela. Seja atencioso, carinhoso, paciente e compreensível. Se não é fácil pra você, imagina pra mulher: Mãe por algumas horas, precisando alimentar a sua cria.. e simplesmente não consegue! Mas não por que ela não quer, mas por que as condições não estão favoráveis pra que ela se sinta segura.. e o cérebro libere as substâncias necessárias pra que o leite “apareça”.
    Algumas explicações…
Normalmente algumas mães já produzem leite no dia seguinte após o parto, devido à vários fatores hormonais e também é considerado todo o tempo que o corpo teve pra se adaptar ao grande dia. Um parenteses nesse assunto: (Recentemente li que o simples fato da mãe pensar no filho, já começa a produzir leite, isso explica o por que de algumas avós, as vezes começam a produzir leite quando um neto nasce. É um fator psicológico dominante na vida da mulher.)
Então, ao chegar nesse ponto, você já deve ter percebido que nem todas as mulheres são iguais, e o que é fácil pra algumas pode ser muito difícil pra outras e vice-versa.
Pra entender melhor essa parte, vou esclarecer alguns fatos;
  •     Não existe leite fraco ou pouco leite. Não, não existe e não adianta acreditar nos vizinhos e familiares pra fazer simpatias.
  •     Sim, os seios das mamães machucam e elas sofrem muito nas 2 primeiras semanas.
  •     O pouco de leite que sai no início, é o suficiente para o bebê e chama-se Colostro. Contém já as primeiras vacinas que ele precisa.
  •     Não ajuda perguntar se: “já desceu?, por que você não consegue?, está tudo bem?”
  •     Não, cerveja malzbier não ajuda a produzir leite. O máximo que vai conseguir é deixar a mamãe bêbada, e fazer também com que o bebê durma que nem uma pedra. E NÃO, NÃO FAÇA A MAMÃE BEBER!
  •     Sim, a produção do leite vai aumentando gradativamente e também há alterações de cor com o tempo.
  •     E sim, o bebê pode mamar de 1 em 1 hr, 2 em 2hs, 3 em 3hs.. e por aí vai. Imagina o cansaço da mamãe…
A essa altura, você deve ter pensado já: “Cara, é muita informação..”.. Sim, é muita informação e você vai precisar absorver tudo.
    Um pouco de ciência…
Você sabe como funciona o processo de pré-produção e produção de leite? Pois eu também não sabia.. e se você parar pra pensar: A mulher tem a capacidade de gerar leite! Não é simplesmente.. mágico isso? Sensacional? Isso fica totalmente em evidência quando você tem filhos.. Mas enquanto você não tem filhos, não dá o mínimo valor.
De uma forma resumida, funciona da seguinte forma:
  •     Após a retirada da placenta, os níveis dos hormônios estrogênio e progesterona começam a diminuir, e o hormônio chamado prolactina é liberado em grande escala pra informar ao corpo que está na hora de produzir leite.
  •     No dia seguinte após o parto (como citado acima) o colostro começa a descer.
  •     Nos primeiros dias de amamentação, a mamãe pode sentir dores no abdome (cólicas), pois amamentar ajuda o útero a voltar ao normal. (MENTIRA? – Não, não é mentira.)
  •     Com isso, um fluxo maior de sangue pode começar sair da mamãe, então sugiro comprar muitos absorventes. (ESPECÍFICOS PARA PÓS-PARTO!)
A partir do momento em que o bebê começa a sugar o peito, o cérebro da mamãe entende que precisa também liberar uma substância chamada ocitonina, que auxilia e ajuda a produção do leite. No nosso caso, recomendado pelo obstetra a mamãe teve que tomar Plasil que também ajudou MUITO nos primeiros dias a produzir leite, porque a recuperação pós-parto foi bem complicada e cansativa.
remedio-plasil-ajuda-a-descer-leite
Também foi recomendado pelo obstetra, um spray nasal chamado Syntocinon Spray que tem por sua função, auxiliar a produção de ocitonina. Recomendo conversar com o obstetra, antes de qualquer coisa.
syntocinon-oxytocin-spray-ajuda-a-descer-leite
    Algumas dicas que podem te ajudar bastante…
Além de compreender de forma resumida o que acontece, também entenda que as primeiras semanas são bem complicadas para a mamãe. Então, saiba que no dia seguinte (se for o caso da sua esposa) se o leite descer, ele pode correr o risco de “empedrar” por descer em grande quantidade, e também pelo motivo de que o bebê ainda não aprendeu a sugar direito. Daí meu amigo, tu precisa ajudar a mamãe com massagens e vai precisar ordenhá-la (NÃO RIA! É SÉRIO!), pois os seios ficam duros e muito doloridos.
Para o post não ficar muito extenso e a intenção é te orientar, você pode ver mais sobre a massagem nesse link. Googlei.
Vamos as dicas:
  •     Ajude a mamãe a manter uma garrafa de água sempre cheia por perto. Amamentar dá muita sede.
  •     Faça comidas (você cozinha?) que possam ser congeladas para otimizar o tempo, e mantenha a mamãe sempre bem alimentada.
  •     Compre uma bolsa térmica em gel para fazer compressas quentes, pois ajuda o leite a desempedrar. Um banho quente também ajuda.
  •     Sempre que puder, e sem abusar.. é sério! rs.. Estimule carinhosamente os seios da mamãe, magicamente você irá ver o leite sair sem stress e sem força.
Caso os seios da sua esposa sejam muito sensíveis e você queira ajudar um pouco mais pra que ela sofra um pouco menos, sugiro comprar um protetor de silicone para seios como esse abaixo, pois o bebê vai sugar primeiro pelo silicone, e machucar um pouco menos os bicos dos seios. Mas isso é só para os primeiros dias.
protetor-para-seios-ajuda-mamaes
Uma coisa: não assuste e nem sinta nojinho se você ver a camiseta da mamãe molhar por causa do leite.. você deveria agradecer, pois saiba que é exatamente a hora que o bebê precisa mamar. Existe uma sincronia que você não consegue ver. 🙂
Mas se você quiser ajudar mais a mamãe a não molhar as camisetas e os sutiãs, sugiro comprar esse “absorvente” de silicione para seios, que por sua vez, protege o seio e ajuda formar bico para o bebê sugar.
absorvente-seios-silicone-ajuda-mamae
Caso os seios da mamãe machuquem muito (rachem ou cheguem ao estado crítico de até a sangrar), você também pode comprar a pomada abaixo, pois ajuda de forma espetacular a hidratar os seios e reduzir as rachaduras.
pomada-millar-alivia-seios-mamae
Enfim, espero ter ajudado um pouco os papais de primeira viagem com esse post. (e consequentemente as mamães!).
Um abraço!

Comments

comments

+ Sem comentários ainda

Comente!