Desabafo de um pai de primeira viagem…

Desabafo de um pai de primeira viagem…


Me contaram que eu não iria mais dormir, que a minha vida ia mudar, que nada ia ser mais como antes. (antes, entende-se por vida de solteiro ou vida a dois) Me contaram sobre um monte de coisas, mas não sobre as que eu direi a seguir.
    Conselhos de pais…
Sabe aquela frase que os seus pais sempre te falavam? “Quando você tiver filhos, você vai entender!” Pois é, ela vira realidade quando o seu bebê nasce. As preocupações não são só com a sua falta de dormir, pra ser sincero essa é a menor das suas preocupações. Mas nas primeiras semanas, você vai acordar de 5 em 5 minutos pra ver se o seu bebê está respirando. É.. você vai fazer isso! Vai colocar a mão na barriguinha dele pra sentir se está mexendo.. e se você não sentir por estar morrendo de sono de madrugada, vai colocar o dedo próximo ao nariz, pra sentir o ar quente saindo. E se ainda não estiver satisfeito, vai até mexer nele pra ver se ele tem alguma reação. Por ex: puxar a mãozinha devagarinho. (Normalmente por reflexo, eles puxam a mão de volta.)
Após as 4 primeiras semanas, seu bebê vai começar a soltar alguns sorrisos “sociais”, e é aí que você fica desarmado. A sua irritação pelo cansaço e um turbilhão de coisas acontecendo ao mesmo tempo, vão embora com um simples sorriso. E sim, vão ter momentos em que você vai ficar irritado pelo cansaço e simplesmente por não saber exatamente o que fazer quando o bebê começar a chorar. Mas com o tempo vai começar a identificar os tipos de “choros” e saber exatamente o que o seu bebê está precisando.
    Tempo? Quem é você?
Você não vai ter tempo. Não, não vai. Você vai precisar ajudar sua esposa, vai precisar arrumar a casa e assumir outras tarefas. Você vai chegar cansado do trabalho, vai querer ficar com a sua filha (ou filho), mas antes de tudo vai precisar honrar com os seus compromissos domésticos. Aquele jogo de video game, futebolzinho com os amigos ou cervejinha no boteco vão ficar pra segundo plano e sejamos francos, a sua princesa ou o seu príncipe são bem mais importantes que essas coisas.
    Nojinho, eu?
Sem ensaios e falando no português claro: amigo ou amiga, você vai tomar banhos de xixi.. e possivelmente, com toda certeza, vai ficar sujo de cocô várias vezes. Portando, sem nojinho. Você vai precisar trocar seu bebê e vai ser a coisa mais deliciosa do mundo. Outro ponto é, bebês soltam muitos pums. (Lê-se PEIDOS) E ah! Também arrotam.. você vai precisar fazer seu bebê arrotar, após cada mamada.. se não eles “gorfam” tudo pra fora. Resumindo, cada peido vai ser uma alegria pra você! Vai achar bonitinho, engraçadinho e vai rir junto com o seu bebê.
    Tradução…
O seu bebê não fala. Então qual é a única coisa que ele sabe fazer? Chorar! Vai chorar por cólica, fome, sono (eles brigam pra dormir depois de um tempo), banho (sim, as vezes eles querem tomar banho), xixi, cocô.. e por aí vai! E com o tempo, MAGICAMENTE você consegue identificar cada tipo de choro e cada tipo de movimento pra ajudar o seu bebê. É normal ficar perdido nas primeiras semanas, mas tenha em mente que o bebê pode chorar principalmente por esses motivos, e se você ir eliminando essas hipóteses, vai te ajudar muito.
Eles não são de cristal. Você pode sim carregá-los sem medo, mas com cuidado. Não tenha medo, é a sua cria.. é a sua assinatura DNA registrada nesse mundão. É inconfundível. É indescritivelmente inexplicável (repare a redundância) a sensação de segurar uma vida que você sabe que faz parte de você.. e ninguém, absolutamente NINGUÉM pode falar ou provar o contrário.
    As dificuldades…
O começo vai ser difícil. Sim, vai ser difícil e há um conflito quando as pessoas dizem que é a melhor fase pois tudo passa muito rápido. Ao mesmo tempo que é difícil, é realmente a melhor fase.. e passa rápido! (kkkk!) Você vai aprender a dar valor pras coisas que não costumava e nem sabiam que tinha tanta importância. Todo dia vai ser uma nova batalha em querer fazer tudo certo, e nessa batalha vai querer curtir o seu bebê.. e nessa curtição, o seu cansaço vai bater.. no fim, não vai conseguir curtir tanto ou o suficiente do jeito que gostaria. Portanto, sempre peça fotos pelo whatsaspp pra sua esposa quando estiver no trabalho! Pra matar um pouco da saudade e tentar não perder nada. E daí, quando você se der conta, ela já vai fazer 2 meses! (Cara.. já passou tudo isso mesmo?)
Agora as vacinas.. essa parte não tem jeito. Eles sofrem mesmo! 🙁 Todo mês tem vacina.. A primeira, é a BCG.. no bracinho. Sabe a marca que nós temos e todo mundo diz que é a vacina? Pois é, essa é a primeira que eles precisam tomar. A segunda, de 2 meses é nas coxinhas, e meus amigos, essa dá dó pois tem reação.. e o seu bebê pode ter febre de 2 a 3 dias.
Também pelo menos UMA, DUAS, ou até TRÊS vezes por semana vai querer levar o seu bebê nos avós para que você possa simplesmente.. DORMIR! Sim, dormir! E não precisa se sentir mal por isso.. Enquanto os avós cuidam do seu bebê, você descansa um pouco.
Você vai descobrir que a cada ida no mercado, vai virar uma operação militar.. Você vai aprender o sentido da palavra “logística” quando precisar levar bebê conforto, mamadeira, fralda, troca de roupa, água, leite, lencinho umedecido, possivelmente também o carrinho e outras coisas a mais. Pode parecer simples, mas no começo não é. Afinal, antes era só entrar no carro e ligar.
    Lálálá…
Você, inconscientemente também vai cantarolar musiquinhas sem sentido e fazer rimas com palavras que você nem sabia que existiam, tudo pra ver o seu bebê sorrir ou se acalmar. Por exemplo, toda vez que eu vou trocar a Heleninha de madrugada eu canto: “Vamos trocar, a Heleninha, tão bonitinha e gostosinha.. Vamos tirar, essa fraldinha.. Cheiinha de xixi.. Lalalala..“.. e eu me delicio, assistindo ela sorrindo com carinha de safada e chutando minha barriga. Ela chega até a gargalhar e isso NÃO TEM PREÇO!
Você vai descobrir que a chupeta é um mal necessário! Ajuda a acalmar o bebê.. e também vai ajudar você a descansar. Portanto, não seja um pai chato e politicamente correto. É sério. Você incrivelmente vai se arrepender das decisões que toma, que poderiam ter sido melhores para o seu bebê e não do jeito que você quer que seja. Quer um exemplo? Esses dias acordei com a Helena de madrugada e ela estava com fome. Ela tem 2 meses! Ainda não entende direito as coisas mas já sabe o que é televisão. Ela acordou, mamou e depois ficou chorando. E enquanto chorava após a mamada, ficou olhando pra televisão desligada. Achei ruim, pois o “pai politicamente correto” não apresenta a televisão pra criança nos primeiros meses. No momento seguinte, minha esposa colocou Backyardigans no celular e ela apagou. Me senti tão mal, que toda vez que ela fica irritada de madrugada eu já ligo a TV, e não me arrependo pois não quero sentir aquela sensação novamente.
backyardigans-papai-de-menina
    O aprendizado…
Nesses 2 meses, aprendi e ainda estou aprendendo muita coisa. É muita informação e você vai precisar se organizar e principalmente se PLANEJAR. Pois quando estiverem prontos pra saírem, o seu bebê vai fazer cocô! É.. É difícil, é bagunçado, muda completamente a sua vida e a sua rotina. Mesmo falando, você pode estar pensando: “Ah, que é isso! Dá pra tirar de letra!”.. Dá, lógico que dá.. Mas não é fácil, e amigos, vocês precisam ser fortes! Vocês vão balançar.. vão ter pensamentos estranhos (procurem por “ambivalência“), e no momento seguinte vão se arrepender de terem pensado isso. Vão sentir falta do futebolzinho, do video game, do boteco.. Mas como eu citei lá em cima, cada sorriso vai valer a pena.. e cada xixi, cocô e peidinho também.
Coisas que também podem ajudar você e a sua esposa antes do bebê nascer, é que vocês façam um Curso de Gestante. Se eu e a minha esposa não tivéssemos feito, não teríamos aprendido as coisas que sabemos hoje e tudo seria muito mais difícil. Principalmente em como “desafogar” o seu bebê caso ele engasgue com leite. Isso é muito sério, acredite!
Segunda dica é, você é papai ou mamãe de primeira viagem? Tem um smartphone? (QUEM NÃO TEM UM HOJE?) Baixe o aplicativo chamado Baby Center. Vai te ajudar com MUITAS dicas e te orientar com muita informação útil. Você vai conseguir acompanhar praticamente tudo o que acontece com o seu bebê, antes e até após o nascimento.
A recompensa de todo esse cansaço? Você ganha um novo propósito na vida! Olha abaixo.. e se quiser ver mais, me acompanha no Instagram @papaidemenina!

Comments

comments

+ Sem comentários ainda

Comente!