Cinquenta tons de rosa…

Cinquenta tons de rosa…


O título desse post não tem nada a ver com uma lista de tarefas e contrato. Mas sim com uma lista de obrigações como pai de menina e um vínculo para a vida toda.
Antes de saber o sexo do bebê, você tem a obrigação de ir em todas as consultas do pré-natal, exames e ficar ao lado da sua esposa em todos os momentos em que ela passar mal. Segurar a mão dela se estiverem no hospital e dizer: “Tudo vai ficar bem…”, mesmo sem saber nada ao certo.
Sua primeira obrigação como pai quando sua filha nascer, deve ser assumir para a sua esposa que agora existe outra mulher na sua vida e ser homem o suficiente de assumí-la na frente de todos, independente das dificuldades que possam aparecer.
Você tem a obrigação de segurar a sua filha na maternidade ou em qualquer lugar, olhar no fundo dos olhos daquele ser incrível que tem o seu DNA e dizer: “Oi minha pretinha, eu sou teu pai.” Alerto que essa atitude terá alto impacto emocional.
Você tem a obrigação de dar mamadeira ou ajudar sua esposa a dar leite do peito. Acordando de madrugada e em qualquer momento que a sua filha precise de você. A responsabilidade é compartilhada e precisa ser planejada, pra não apenas sua esposa acordar. Você não fez sua filha sozinho, fez? Não foi você que carregou durante 9 meses, portanto sua responsabilidade quando ela sair do ventre, é 80/20. (Entende-se 80% do pai, 20% da mãe.)
Você tem a obrigação de ler histórinhas para a sua filha dormir, mesmo que ela não esteja entendendo absolutamente nada do que você está dizendo. E mesmo que ela não consiga dormir com uma histórinha, você terá que ser o pai que ela espera que você seja, e fique com ela até que ela adormeça. Terá que pegar ela nos braços e a balançar suavemente até que se sinta segura pra dormir sentindo o teu cheiro.
Quando forem sair, você tem a obrigação de carregar o bebê conforto, carrinho, bolsas e brinquedos. Não esqueça da chupeta e da mamadeira! Pois se esquecer, vai enfrentar o inferno na terra de duas mulheres. Faça tudo por amor, pois o sentimento de prazer da recompensa de um sorriso dela, vai valer por todo o corpo dolorido de carregar todas essas coisas.
Por falar em prazer paterno, você identificará esse sentimento novo e satisfatório toda vez que cumprir uma missão diária. Seja apenas ficar com a sua bebê, dar mamá ou fazê-la dormir. Aprenda a lidar com ele, pois é o que vai motivar a sua luta diária.. por ela, por sua família e por você. Vai se tornar o seu combustível e é o que vai dar sentido pra todas as coisas que antes, você acha que fazia “a toa”.
Você, como pai, tem a obrigação sim de limpar o cocô e xixi, deixar a “pepéquinha” e o bumbum da sua filha LIMPOS a cada troca de fralda. É só uma questão BÁSICA de higiene. Não esqueça de fechar a fralda e jogar no lixo, e também de fazer o papel de homem da casa e colocar o lixo para fora.
Você tem a obrigação de planejar e montar o quartinho da sua filha, com todas as coisas que você acha que ela tem direito, mesmo que ela não entenda e nem dê valor algum quando crescer. Vai valer o seu esforço perante a sua esposa, família e para você mesmo que não está APENAS esperando ela chegar. Dar sem receber nada em troca, conhece? Vai precisar aprender, se ainda não sabe o que isso significa.
Você tem a obrigação de tirar todas as fotos possíveis e gravar vídeos para eternizar o crescimento da sua filha, pois quando ela crescer, você vai ter material suficiente pra se orgulhar do ser que colocou no mundo e mostrar isso a ela.
Conhece o provérbio 22:6? “Ensina a criança no Caminho em que deve andar, e mesmo quando for idoso não se desviará dele!” Você, como pai, é OBRIGADO a ensina-la o caminho certo, educa-la e orienta-la com todo o conhecimento e experiência que você tem de vida, pois o resto ela vai aprender vivendo.
Você tem a obrigação de “tirar da tua boca”, e dar para a sua filha caso não tenha o que comer. É uma situação complicada e não desejo a ninguém, mas a prioridade é ela e sempre vai ser, onde estiver e como estiver. Você é o super-herói, o protetor, o criador, o pai e professor da sua filha. Não se faça por menos.
Você tem a obrigação de ir atrás da escolinha, pesquisar, estudar e ver qual é o melhor lugar pra que ela tenha a melhor educação. E se não encontrar, tem a obrigação de orienta-la para que ela siga o caminho certo onde existem caminhos errados, e isso chama-se caráter. Você tem a obrigação de ensina-la sobre o caráter de uma pessoa e respeito pelas outras.
Você tem a obrigação de leva-la aos shoppings, parques e viajar com ela pra conhecer lugares novos. Explicar que o mundo é maior do que ela pensa que é, que existem lugares maravilhos e outros nem tanto. Fazê-la conhecer de tudo um pouco e um pouco de tudo. Caso não tenha condições, leve ela na praça em frente da sua casa e se não tiver uma, leve ela em uma cidade vizinha ou até pra uma voltinha no quarteirão.
Você tem a obrigação de ser o melhor amigo dela a todo momento e principalmente quando o seu coração for partido pela primeira vez. Você vai precisar aconselhar, entender e enxugar todas as lágrimas que escorrerem pelo seu rosto, olhar no fundo dos olhos dela como fez pela primeira vez e dizer: “Tudo vai ficar bem…”.
Você tem a obrigação de levá-la a casa de amigas, se informar e saber onde ela exatamente está, pois desde o momento em que soube que a sua esposa estava grávida, deveria ter se conscientizado que o a palavra “sossego”, não faz mais parte do seu vocabulário mesmo com ela do seu lado.
Você, exercendo o papel de PAI, deve respeita-la, ama-la, ser o primeiro amor da vida dela e o único capaz de morrer por ela. Tirar um braço se ela precisar, uma perna, um órgão interno.. e até o seu próprio coração. Mais vale a vida dela, do que a sua. Entenda, não é uma questão de “DECISÃO”, pois o amor já deixa decidido.
Você tem a obrigação de guiá-la no seu crescimento, acompanhando os seus passos. Ensina-la a fazer dever de casa e passar a noite em claro, se ela esquecer de fazer alguma tarefa da escolinha.
Você tem a obrigação de priorizar a sua filha e a sua família, antes de qualquer coisa. Vai precisar aprender a dosar o trabalho e irá refletir sobre várias coisas no seu dia-a-dia. Pois quando der o horário de encerrar o seu expediente, vai ficar angustiado pra chegar em casa e ver sua filha. Ou quer chegar em casa e encontrar ela dormindo, e acordar, com ela dormindo também?
Você tem a obrigação de participar do chá da tarde com a sua filha e as amigas bonecas dela. Tomar chá de mentirinha, dizer que o chá que ela fez está muito bom, perguntar quando vai ser o próximo e anotar na sua agenda.
Você tem a obrigação de leva-la junto com a mamãe no salão de beleza pra fazer o cabelo, as unhas das mãos e dos pés. E quando não tiver horário para a pequena, TERÁ A OBRIGAÇÃO DE PINTAR AS UNHAS DELA. Você vai se divertir, acredite.
Você tem a obrigação de dizer a todo momento que a AMA mais do que tudo nesse mundo. Saiba que ela vai entender, e quando começar a falar, também vai dizer que te ama. É recíproco.
Você tem a obrigação de interagir com ela da forma que você puder, pois se não interagir, ela não vai interagir com você também. Mesmo depois de um dia de trabalho exaustivo, brinque com ela.
Você tem a obrigação de colocar as roupas dela pra lavar, ou lavar na mão, estender no varal e ainda recolher quando a sua esposa não conseguir fazer. O que você vai fazer quando quiser colocar a roupa mais bonita dela pra sair, e estiver no cesto de roupa suja? Colocar do avesso e vestir? NONONONO!
Você tem a obrigação de arrumar o cabelo, colocar uniforme da escolinha ou escolher a roupinha que ela mais gosta quando forem sair. E se ela quiser sair com o vestido da princesa que usou no carnaval, aproveite e use a sua de príncipe, que seja pra ir no mercado. Mais vale a felicidade dela, do que a vergonha que você vai passar.
Você tem a obrigação de todos os dias, acordar junto com ela ou acordá-la com um BOM DIA. Pega-la no colo e encher ela de beijos e abraços. Como se não tivesse visto ela ontem, e como se não fosse ve-la amanhã.
Você tem a obrigação de dizer BOA NOITE todos os dias antes dela adormecer, pra que a sua voz seja a última que ela escute no dia.
Você tem a obrigação de ser o PRIMEIRO HOMEM a dar um beijinho na boquinha dela. Faça o favor de escovar os dentes, higienizar, fazer a barba e dar uma bitoquinha, mesmo que a boca dela esteja cheia de baba.
Você tem a obrigação de mandar revelar uma foto dela e colocar na sua mesa de trabalho, e também ter uma foto dela na sua carteira. Pra lembra-lo todos os dias que existe alguém, além da sua esposa que está te esperando em casa e aguarda ansiosamente a sua chegada. Fotos digitais no celular e no computador não tem o mesmo impacto.
Você tem a obrigação de dar banho nela todos os dias ou quando puder, ou até quando ela já souber tomar banho sozinha, pois esse é o momento em que você presta atenção e se dedica 100% a ela. Você será o responsável por ela ficar com aquele cheirinho gostoso de bebê. Lembre-se de secar o pescoço, pés, mãos, atrás da orelhas e suvaquinho.
Você tem a obrigação de carrega-la no colo quando ela estiver cansada de andar, ou quando a sua esposa estiver cansada de carrega-la. Todo pai precisa participar! Você irá acostumar com as dores nos braços e com o tempo, não sentirá mais dor mesmo com ela pesando, 6, 9, 12kg.
Você tem a obrigação de checar se está tudo bem quando ela estiver dormindo. E na verdade, isso vai entrar automaticamente e inconscientemente na sua lista de atividades diárias.
Você tem a obrigação como pai, de se vestir de papai noel, coelhinho da pascoa, príncipe, fada do dente e tudo o que for preciso para que a sua filha tenha uma infância mágica.
Você tem a obrigação de contar histórias para a sua filha, das quais ela lembre a vida inteira e quando alguém comentar, ela tenha orgulho em dizer: “Meu pai já me contou essa história…”
Você tem a obrigação de brincar com ela de casinha, conversar com os bichos de pelúcia, bonecas e entender o que eles falam também.
Você tem a obrigação de deixar que ela te maqueie com o kit de maquiagem da mamãe e em hipótese alguma, você deve brigar com ela ou sentir vergonha disso. Existem batons com cores bem lindas que combina com o seu tom de pele.
Você tem a obrigação de cheirar e beijar o pézinho dela todos os dias, pois vai ser a coisa mais deliciosa que você pode fazer no seu dia. Alerto que bebês tem um “chulezinho” bem azedinho, e mesmo assim você vai ter a certeza que é um dos melhores cheiros do mundo.
Você tem a obrigação em sorrir de volta, quando ela sorrir pra você. Mesmo que seja um sorriso social pelo simples fato de você ter falado uma palavra com um som engraçado.
Você, pai, tem a obrigação de acalma-la quando estiver chorando, quando estiver brava, triste ou agitada. É a sua função proporcionar que a atmosfera ao redor dela, seja agradável, ao menos quando você estiver presente.
Você tem a obrigação de dar o primeiro brinquedo pra sua filha, seja ele um bicho de pelúcia ou um tecladinho que acende, faz barulho e toca musiquinha quando ela pressiona algum botão. A sua satisfação de ver ela sempre carregando algo que você deu e sentir amor por isso, é imensa.
Você tem a obrigação de limpar a boquinha dela quando derramar leite, papinha ou se começar a babar quando as gengivas começarem a coçar.
Você também, tem a obrigação de conversar com ela quando começar a tentar se comunicar com você. Ela não pode entender nada, mas você PRECISA conversar com ela como se tivesse entendendo tudo. Você vai perceber que a interação com ela, vai ir melhorando aos poucos.
Você tem a obrigação de dançar com ela na sala da sua casa ou em qualquer lugar. Segurando ela no colo e enchendo ela de beijos, olhando nos olhinhos dela enquanto você a balança de um lado para o outro suavemente, curtindo cada segundo da música.
Você como herói e pai, tem a obrigação de salvá-la de formigas, pernilongos e quaisquer outros insetos que possam causar um gritinho de desespero.
Você, tem a obrigação de FALAR com voz fininha quando segurar algum bichinho de pelúcia e começar a brincar com a sua filha. Não tenha vergonha do que os outros vão achar ou pensar. É um dos seus momentos de diversão com ela.
Você tem a obrigação de MONITORAR os sapatinhos e as chupetas dela. Não sei se você sabe, mas crianças perdem muito essas coisas.
Você tem a obrigação de as vezes, falar um pouco mais alto, dar bronca e exigir respeito da sua filha. Além de amigo, você também é companheiro, pai e tutor. Entenda como “o mal necessário”. Por mais que você não queira fazer isso, você PRECISA fazer para o bem dela. Ela precisa saber desde cedo o que é o certo, e errado.
Você tem a obrigação de levar sua filha onde você for! É a sua cria, sua vida e a sua razão de existir. Faça com que ela participe de tudo. Ela vai aprender coisas, vai gostar de estar com você e ficar feliz com isso.
Você tem a obrigação de dizer sempre para a sua filha, o quanto ela é única e importante na sua vida. Deve dizer que nunca mais irá encontrar alguém como ela.. e que ela é o seu bem mais precioso. Que você NÃO É NADA, sem ela. E depois que ela chegou, tudo melhorou.. Faça isso bem pertinho.. pra que ela possa tocar o seu rosto enquanto escuta sua voz.
Pai, você irá precisar assumir todas as responsabilidades e obrigações, de primeira, segunda, terceira ou quarta viagem. De segunda-feira a segunda-feira. Terá que ser o homem, o pai, o marido, namorado, amigo.. terá que ser vários homens em um só. Terá que aprender a compartilhar, ensinar, aprender, dar sem receber. Precisará se dedicar e ter muita paciência. Quando digo muita, é MUITA. Você se sentirá esgotado, mas nós, homens e pais, viemos para o mundo para passar exatamente pra isso.. pra deixar a nossa marca.
Se você for pai de menino, muita coisa aqui vale pra você também…
Se algum dia você ler isso Helena Catharina, saiba que penso em você.. a todo momento.
Eu te amo…

Comments

comments

+ Sem comentários ainda

Comente!